domingo, 1 de agosto de 2010

As 15 Orações Ensinadas por Jesus a SANTA BRÍGIDA.


SANTA BRÍGIDA

Santa Brígida, filha do príncipe Bayer da Suécia, nasceu por volta do ano 1302. Órfã de mãe na sua infância, foi criada por uma tia. Quando tinha apenas dez anos ficou impressionada com um sermão sobre a Paixão de Cris¬to e na noite seguinte pareceu-lhe ver Jesus na Cruz, coberto de chagas e sangue. Ao mesmo tempo pare¬ceu-lhe ouvir uma voz que lhe dizia:

"Minha filha, olha para Mim!" A menina perguntou-Lhe: Senhor, quem é que Te trata assim? E Jesus respondeu: São aqueles que Me desprezam e são insensíveis ao amor que tenho por eles."

A impressão deste misterioso sonho não desapareceu da sua mente e desde aquele momento os sofrimentos de Jesus Cristo tomaram-se o tema das suas meditações... Com a idade de dezesseis anos, casou com um jovem de grande piedade, chamado Uiphon, do qual teve oito filhos.

A numerosa família de Santa Brígida foi mais santificada pelo exemplo das suas virtudes, do que pelas suas instruções e conselhos (um dos filhos féz-la sofrer muito, por ser dissoluto).

As revelações que teve, e muitos outros favores celes¬tes, tomaram-na mais humilde e fervorosa. Morreu em Roma, no ano de 1373, quando regressava de uma pere¬grinação à Terra Santa.

AS MAGNÍFICAS PROMESSAS FEITAS POR JESUS A SANTA BRIGIDA

Desejando Santa Brígida saber o número de feridas que Jesus Cristo recebeu durante a sua Paixão, Jesus apareceu-lhe e disse-lhe: Minha filha, recebi no meu corpo 5480 feridas. Se queres venerá-las, reza todos os dias 15 Pai Nosso, l5 Ave-Maria e estas orações que agora te entrego, durante um ano. Passado um ano terás venerado todas as minhas Chagas. Jesus acrescentou: Todo aquele que rezar estas orações durante um ano, terá os seguintes benefícios:

1. Livrará do Purgatório 15 almas da sua família.

2. Serão confirmados e conservados na graça 15 justos da sua família.

3. Da sua família converter-se-ão 15 pecadores.

4. A pessoa que rezar estas orações alcançará o primeiro grau da perfeição.

5. Receba o meu precioso Corpo 15 dias antes de morrer, de modo que nunca mais terá fome, e beberá o meu Precioso Sangue, de modo que nunca mais terá sede.

6. Terá um profundo arrependimento de todos os seus pecados 15 dias antes de morrer.

7. Porei o sinal da minha Cruz Vitoriosa diante dele, para o socorrer e defender dos ataques dos seus inimigos.

8. Antes da sua morte visitá-lo-ei com a minha amantíssima e diletíssima Mãe.

9. Receberei benignamente a sua alma é conduzi-la-ei às alegrias eternas.

10. Acompanhando-o até lá, fá-lo-ei beber na fonte da mi¬nha Divindade.

11. Perdoarei todos os pecados aos que tiverem vivido durante 30 anos em pecado mortal, se rezarem devotamente estas orações.

12. Livrá-lo-ei das tentações.

13. Conservar-lhe-ei os seus cinco sentidos.

14. Livrá-lo-ei da morte improvisa.

15. Salvarei a sua alma das penas eternas.

16. Obterá tudo o que pedir a Deus e à Virgem Maria.

17. Se tiver vivido sempre segundo a vontade de Deus e devesse morrer no dia seguinte, a sua vida será prolongada.

18. Ganhará indulgências todas as vezes que rezar estas orações.

19. Poderá ter a certeza de um dia se ir unir ao coro dos anjos.

20. Quem ensinar estas orações a outra pessoa, terá imensos méritos que serão estáveis na terra e durarão para sempre no Céu.

21. Onde estas orações forem rezadas, Deus lá estará presente com a sua Graça.

ORAÇÕES

Primeira Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, eterna doçura, alegria superior a todas as alegrias e a todos os desejos daqueles que Vos amam, saúde e es¬perança de cada pecador, ao qual revelastes que a Vossa maior alegria é estardes entre os homens ao ponto de assumirdes a natureza humana até ao fim dos tempos; recordai-Vos de todos os sofrimentos que suportastes na Vossa santa Paixão, como fora decretado e ordenado pelo eterno pensamento divino. Recordai que na Última Ceia, com os Vossos discípulos, depois de lhes lavardes os pés, lhes destes o vosso Sa¬grado Corpo e o vosso Precioso Sangue, e consolando-os com doçura lhes anunciastes a Vossa morte próxima. Recordai a tristeza e a amargura que sentistes na alma, quando dissestes: "A minha alma está triste até à morte." Lembrai-Vos da angústia e das dores que suportastes no Vosso delicado corpo, antes do suplício da Cruz, quando depois de terdes rezado três vezes derramando um suor de sangue, fostes traído por Judas, Vosso discípulo, julga¬do injustamente por três juízes, acusado por falsas teste¬munhas, na flor da idade e no tempo solene da Páscoa. Recordai-Vos que fostes despojado das vestes e reves¬tido com um manto de escárnio, que Vos vendaram os olhos, Vos esbofetearam, Vos coroaram de espinhos, Vos colocaram uma cana na mão, Vos ataram a uma coluna, Vos flagelaram com numerosos golpes e Vos encheram de afrontas e ultrajes. Em memória destas dores que suportastes antes da Pai¬xão sobre a Cruz, antes de eu morrer dai-me uma verda¬deira contrição, uma pura e total confissão, uma digna satisfação e o perdão de todos os pecados. Amém.

Segunda Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, liberdade dos anjos, Paraíso das delícias, recordai-Vos dos tormentos que suportastes, quando os Vossos inimigos, como leões furiosos, Vos rodearam e ofenderam com mil injúrias e bofetadas. Em consideração destes tormentos e destas palavras in¬juriosas, Vos suplico, meu Salvador, que me ajudeis a triunfar sobre todos os meus inimigos, visíveis e invisíveis, e sob a Vossa proteção me façais chegar à perfeição e à salvação eterna. Amém.

Terceira Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, Criador do céu e da terra, Vós que tudo dominais com o Vosso poder, lembrai-Vos da terrível dor que so¬frestes quando os hebreus pregaram na Cruz com grossos cravos as Vossas sagradas mãos e os Vossos delicadíssimos pés, e com grande raiva alargaram as vossas Chagas, aumentando ainda mais a Vossa dor. Com terrível crueldade estenderam-Vos sobre a Cruz e esticaram-Vos os membros. Peço-Vos, meu Jesus, que em memória das atrocíssimas dores que sofrestes na Cruz, me concedais temor e amor. Amém.

Quarta Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, Médico Celeste, pregado na Cruz para curar as nossas chagas com as Vossas, lembrai-Vos dos tormentos que sofrestes em todos os Vossos membros de modo a nunca haver nenhuma dor semelhante à Vossa. Sofrestes um terrível suplício desde os pés até à cabeça. Esquecendo os atrozes sofrimentos não cessastes de rezar ao Pai pelos Vossos perseguidores dizendo: "Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem.". Por esta Vossa infinita misericórdia e em memória desta dor, fazei que a lembrança da vossa Paixão opere em nós uma perfeita contrição e o perdão de todos os nossos pecados. Amém.

Quinta Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, eterno esplendor, recordai a tristeza que sentistes quando contemplastes, na luz da Vossa divindade, além da predestinação daqueles que devem ser salvos pelos méritos da vossa Santa Paixão, também a multidão dos culpados que deviam condenar-se devido aos seus pecados: e Vós chorastes amargamente por estes pecadores perdidos e desesperados. Por esta compaixão e pela bondade que demonstrastes para com o bom ladrão, dizendo-lhe «Hoje mesmo es¬tarás comigo no Paraíso», suplico-Vos, doce Jesus, que tenhais a mesma misericórdia para comigo na hora da minha morte. Amém.

Sexta Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, Rei amável e desejável, recordai a grande dor que sofrestes quando despojado das Vossas vestes fostes pregado na Cruz, onde os Vossos parentes e amigos Vos abandonaram, exceto a Vossa amantíssima Mãe, que permaneceu fielmente junto de Vós durante a Vossa agonia, e o Vosso fiel discípulo João, ao qual entregastes a Vossa Mãe com as palavras: "Filho, eis a tua mãe." e à vossa Mãe dissestes: "Mulher, eis o teu filho!" Suplico-Vos, meu Salvador, pela dor que trespassou a alma da Virgem, para que tenhais compaixão de mim, das minhas aflições e tribulações, tanto corporais como espirituais, e para que me socorrais nas minhas provações, especialmente na hora da minha morte.

Sétima Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, fonte de infinita piedade, que pelo Vosso profundo amor exclamastes sobre a Cruz «Tenho sede!», uma sede de salvação de almas, suplico-Vos que que aqueçais os nossos corações, para que tendamos para a perfeição em todas as nossas ações, apaguemos completamente em nós a concupiscência da carne, a soberba da vida e o ardor dos apetites desordenados. Amém.

Oitava Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, Doçura dos corações e suavidade das almas, pela amargura do fel que saboreastes na Cruz por nosso amor, fazei que recebamos dignamente o vosso Sagrado Corpo e o vosso Precioso Sangue, durante a nossa vida e na hora da nossa morte, como remédio, consolação e viático das nossas almas. Amém.

Nona Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, máxima virtude e glória do Espírito Santo, recor¬dai a dor que suportastes, quando na amargura da morte próxima, fostes insultado e ultrajado pelos hebreus, e gritastes que tínheis sido abandonado até pelo Pai, com estas palavras: Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes? Por esta agonia, Vos peço, meu Salvador, que não me abandoneis no temor e nas dores da morte. Amém.

Décima Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, princípio, fim, vida e virtude de todas as coisas, recordai como estivestes mergulhado num mar de dor, dos pés até à cabeça. Em consideração do suplício das Vossas numerosíssimas Chagas, ensinai-me a seguir os vossos Mandamentos, dos quais é fácil e largo o caminho para aqueles que Vos amam. Amém.

Décima primeira Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Ó Jesus, profundo abismo de misericórdia, suplico-Vos, que em memória das vossas Santas e bem profundas Chagas, me livreis do pecado, porque sou um miserável pecador, e me escondais nas vossas Chagas, até que a Vossa indignação tenha passado e eu tenha chegado à salvação. Amém.

Décima segunda Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, Espelho de verdade, sinal de unidade, laço de caridade, recordai o Vosso enorme número de feridas (5480) em todo o Vosso corpo. Imensa foi a dor que sofrestes na Vossa carne, por nosso amor! Dulcíssimo Jesus, que mais poderíeis ter feito por nós? Meu Salvador, que eu nunca esqueça o Vosso amor infinito, que Vos levou a suportar tanta dor e a derramar o vosso Preciosíssimo Sangue por mim. Que na minha alma se renovem sempre a vossa Paixão e o fruto do Vosso sofrimento. Que o Vosso amor todos os dias aumente em mim, até ao dia em que na vida eterna me apresentar a Vós, dulcíssimo Jesus, que sois o maior tesouro e a nossa maior alegria. Amém.

Décima terceira Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, Rei imortal, fortíssimo e invencível, recordai a dor que sentistes quando as forças do corpo e do coração se Vos esgotaram completamente, e reclinando a cabeça dissestes: Tudo está consumado! Por esta imensa angústia, suplico-Vos, Senhor Jesus, que tenhais piedade de mim na última hora da minha vida, quando a minha alma estiver agonizante, prestes a partir para Vós. Amém.

Décima quarta Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, Filho Unigénito do Pai, recordai a íntima e humilde entrega que de Vós mesmo fizestes ao Vosso Pai:
«Pai, nas vossas mãos entrego o meu espírito»; e exalaste o último suspiro com o corpo e o Coração despedaçados. Rei dos santos e dos mártires, confortai-me e dai-me a ajuda necessária para que eu possa resistir ao demônio, às seduções do mundo e da carne e viver somente em Vós. Em memória da Vossa preciosa morte peço-Vos que re¬cebais a minha alma na hora da minha morte, quando deixar este exílio terrestre e voltar para Vós.

Décima quinta Oração
Pai Nosso e Ave-Maria

Jesus, verdadeira e fecunda videira, recordai como o vosso Sagrado Corpo derramou totalmente o seu Sangue, como a uva no lagar. Ferido pela lança de um soldado, derramastes as últimas gotas de água e sangue, e pregado na Cruz, a vossa Car¬ne destruiu-se, e os vossos ossos secaram. Por esta amaríssima Paixão e pelo derramamento do vosso Precioso Sangue, suplico-Vos, dulcíssimo Jesus, que trespasseis o meu coração, para que as minhas lágrimas de penitência e de amor, noite e dia sejam o meu pão. Convertei-me a Vós, para que o meu coração seja para sempre a Vossa morada, a minha conversão Vos seja agradável, e que eu aceite de tal modo o fim da minha vida, que eu mereça o Paraíso para Vos louvar e agradecer, juntamente com a vossa Virgem Mãe, com os anjos e os santos por toda a eternidade. Amém.

_______________________________

ORAÇÃO

Meu Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus vivo, aceitai esta oração com o mesmo amor com que suportastes todas as Chagas do vosso Santíssimo Corpo; tende misericórdia de nós, e concedei, a todos os fiéis vivos e defuntos, a Vossa misericórdia, a Vossa graça, a remissão de todos os pecados e penas, e a vida eterna. Amém.

Misericordiosíssimo Jesus, que dissestes «Quero mise¬ricórdia!...» (MT 9,13), eis que eu coloco no vosso Coração infinitamente piedoso, as almas do Purgatório que muito amais, mas que ainda devem satisfazer a Vossa divina justiça. Os jactos de água e sangue que, na Cruz, brotaram do vosso Coração, apaguem as labaredas do fogo do Purgatório, para que também ali seja glorificado o poder da Vossa misericórdia. Amém

Do Purgatório de terrível e indizível dor se eleva um pranto e suplicante orar: com o sangue que na Cruz der¬ramastes por amor, só Vós, Jesus, nos podeis consolar. Eterno Pai, dirigi o Vosso olhar de misericórdia para as almas que sofrem no Purgatório e que Jesus guarda no seu piedosíssimo Coração.

Pela dolorosa Paixão do Vosso Filho, Jesus, e por toda a amargura que inundou a Sua alma santíssirna, Vos suplicamos que sejais misericordioso para as almas que estão sob o olhar da justiça. Pedimo-Vos que olheis para elas tendo em consideração as Chagas de Jesus, Vosso amantíssimo Filho, porque cremos que a Vossa bondade e misericórdia não têm limites. Amém
_____________________________

ORAÇÃO PELOS SACERDOTES

Mãe de amor, dor, misericórdia e perdão, infundi nos sacerdotes, vossos filhos prediletos, o perfume da pureza e da santidade. Ó Maria, fazei que todos os consagrados sejam fortes e santos e que, contatando com as almas, semeiem nos corações as preciosas sementes das vossas santas virtudes e que à sua passagem invadam as almas com o perfume da pureza e da santidade. Oração de Santa Brígida em honra do Sangue de Jesus. Confirmação pela Igreja - Papa Inocêncio X. O Papa Jnocêncio X confirmou esta revelação e acres¬centou que as almas cumpridoras das condições libertarão cada Sexta-Feira Santa uma alma do purgatório. A esta devoção, facilmente se unirá a veneração e o oferecimento das Santas Chagas do nosso Salvador; pois das Suas chagas brotou o Seu precioso Sangue. O Redentor recomendou este exercício à irmã Maria Marta Chambon e deu-lhe grandes promessas a respeito deste. Ele orientou que se acrescentasse a oração inicial e a medi¬tação de sete mistérios da vida de Jesus.

ORAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado, e renovareis a face da Terra. Oremos: Ó Deus, que doutrinais os corações dos Vos¬sos fiéis com a luz do Espírito Santo, concedei-nos que, pelo mesmo Espírito Santo, saibamos o que é reto e gozemos sempre de sua preciosa consolação. Por Cristo, Senhor Nosso.

PROMESSAS DE NOSSO SENHOR

O Divino Salvador ainda revelou a Santa Brígida a promessa seguinte: Darei cinco graças àqueles que durante 12 anos rezarem sete Pai Nosso em honra do meu precioso Sangue. Não terão que passar pelo purgatório. Aceitá-los-ei no coro dos mártires como se tivessem der¬ramado o seu sangue pela fé. Conservarei três almas de parentes seus na graça santifi¬cante, conforme a sua escolha. As almas dos seus parentes até ao quarto grau escaparão do Inferno. Um mês antes da sua morte ser-lhes-á dado o conhecimento dela. Se por acaso morrerem antes dos 12 anos completos, irei julgá-los como se as condições estivessem cumpridas.

_________________________

ORAÇÃO DOS SETE PAI-NOSSOS.
ORAÇÃO INICIAL

Ô Jesus, agora quero rezar sete vezes o Pai Nosso unido àquele amor com que Vos santificastes e dulcificastes no Vosso Coração esta prece. Aceitai-os dos meus lábios para o Vosso divino Coração, melhorai e aperfeiçoai-os tanto, que eles promovam tanta honra e glória à Santíssima Trindade como Vós oferecestes por esta oração. E esta honra e glória transborde para vossa Santíssima natureza humana, a fim de glorificar vossas Santas Chagas e o preciosismo Sangue derramado por Vós. Agora reze 7 Pai-Nossos.

__________________________

ORAÇÃO A JESUS CRUCIFICADO

Eis-me aqui, ó bom e dulcissimo Jesus. De joelhos dian¬te da Vossa divina presença, Vos peço e suplico com o mais ardente fervor, que imprimais no meu coração vivos sentimentos de fé, esperança e caridade, e um verdadeiro arrependimento dos meus pecados com von¬tade firmíssima de os emendar, enquanto eu, com gran¬de afeto e dor de alma, considero e medito nas Vossas cinco chagas, tendo diante dos olhos o que já o santo profeta David dizia por Vós, á bom Jesus: Trespassaram as minhas mãos e os meus pés e con¬taram todos os meus ossos.

___________________________

Fonte: http://www.encontrocomcristo.org.br/

Um forte abraço a todos.

Grupo Água Viva.
Vacaria, RS.  


2 comentários:

  1. quero adquirir esses livrinhos como faço

    ResponderExcluir
  2. Olá, nós não vendemos livros. Apenas reunimos alguns assuntos de interesse católico. Você pode adquirir livros nos sites www.asj.org.br www.diskshop.com.br www.cancaonova.com.br e outros.

    A Paz de Jesus!

    Marcos Suzin.

    ResponderExcluir

Este BLOG foi útil para você? Deixe seu testemunho! Sua opinião é muito importante para nós.