domingo, 9 de julho de 2017

Com as novas coroinhas da comunidade Nossa Senhora do Caravaggio (bairro Imperial e Franciosi, Vacaria/RS).


Novas coroinhas da comunidade Nossa Senhora do Caravaggio

quinta-feira, 15 de junho de 2017

quarta-feira, 31 de maio de 2017

TREZENA DE SANTO ANTÔNIO [Conforme fórmula do Oratório da Rua João Teodoro Duarte - Vacaria-RS]




SINAL DA CRUZ
Pelo sinal da SANTA CRUZ, livrai-nos, Deus, Nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

ORAÇÃO PREPARATÓRIA
 Abri, Senhor, os meus lábios para louvar o Vosso Santo Nome. Purificai também meu coração de todo pensamento vão, perverso e alheio. Iluminai o meu entendimento. Inflamai a minha vontade, para que eu possa fazer digna, atenta e devotadamente esta TREZENA em honra de nosso excelso padroeiro SANTO ANTÔNIO, e mereça ser atendido perante o trono de Vossa Majestade. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém.

INVOCAÇÃO
V. Deus, vinde em meu auxílio.
R. - Senhor, apressai-Vos em me socorrer.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Assim como era no princípio agora e sempre. Amém.

Vinde Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo de Vosso Amor.
V. - Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado.Ó
R. - E renovareis a face da Terra.


OREMOS
Deus, que iluminastes os corações do fiéis, com a luz do Espírito Santo, concedei-nos que o mesmo Espírito instrua as nossas almas com a expressão de sua verdade, e as console sempre com as suas delícias celestiais. Por Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.

SÚPLICAS A SANTO ANTÔNIO
Ó grande Taumaturgo - que abraçado a JESUS sois tão poderoso e belo, dignai-vos baixar o olhar para quem tanto necessita de vosso amparo. Vossa vida foi uma imolação pelos pobres e desamparados. Vosso nome no Céu inspira confiança na Terra. Aqui está mais um devoto que vos quer homenagear e cantar as vossas grandezas. Já que sois tão amigo de JESUS, recomendai-me a Ele e atraí-me, também, ao seu DIVINO CORAÇÃO. Se o tenho ofendido, impetrai o perdão, pois dora em diante não mais o magoarei.
Ó grande amigo de Jesus, ensinai-me o caminho da humildade que vos fez tão grande e poderoso. Dai-me a sabedoria do Evangelho que vos soergueu da Terra. Inflamai-me no amor que vos uniu a Jesus. Assisti-me em todos os perigos e necessidades. Socorrei-me em todas as aflições. Valei-me na vida e particularmente na hora da morte. Amém.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI.

NOVENA  A SANTO ANTÔNIO 
(Oração para todos os dias)
Ó Deus de infinita majestade, que sois o mesmo Amor, Vós que quisestes ostentar os tesouros inefáveis de vossa caridade ao jovem e humilde Antônio, dignai-Vos lançar sobre nós um olhar de misericórdia, e conceder-nos as graças pela sua poderosa intercessão vos pedimos.
Ó Maria, Mãe Imaculada de Jesus, que entregastes os vosso Filho nos braços de Antônio, fazei-nos dignos de igual amizade nesta terra e da posse eterna do Céu. Assim seja.

ORAÇÃO PARTICULAR A SANTO ANTÔNIO
(Para recitar antes de cada dia)
Eu vos saúdo, grande SANTO ANTÔNIO, pai e protetor. Eis-me aqui, humildemente prostrado a vossos pés, para pedir-vos, intercedei por mim diante de NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, para que Ele se digne conceder, por vosso intermédio, a graça que desejo (...pede-se a graça...), se for a vontade de Deus, à qual me submeto inteiramente. Peço-vos, amado santo, pela firme confiança que deposito em Maria, a quem tanto honrastes, imploro-vos, pelo amor desse doce JESUS MENINO, que carregaste em vossos braços. Suplico-vos, or todos os favores que ele vos concedeu neste mundo, pelos prodígios sem número que DEUS operou e continua a operar diariamente por vossa intercessão. Peço-vos, enfim, pela grande confiança que tenho em vossa proteção. ASSIM SEJA. 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio...
V. Rogai por nós bem-aventurado Antônio.
R. Para que sejamos dignos das promessas de CRISTO.
OREMOS
Oh! Deus, nós vos suplicamos que alegre a vossa Igreja a solenidade votiva do Bem-aventurado Antônio, vosso confessor e doutor, para que, fortalecida sempre com os espirituais auxílios, mereça gozar dos prazeres eternos. Por JESUS CRISTO NOSSO SENHOR. Amém.

1º DIA
Ó glorioso SANTO ANTÔNIO, que na idade de cinco anos, conhecendo o nada de todo o criado e renunciando às brilhantes esperanças de uma vida distinta e cômoda, vos consagrastes inteiramente ao serviço de DEUS e à santificação de vossa alma, ajudai a [na] minha fraqueza, para que corresponda com a maior generosidade e fervor a tantas graças de meu SENHOR e às suas divinas inspirações.
À vossa imitação estou também resolvido a desprender o meu coração de todos os bens desta terra e consagrar-me a uma vida [santa] e virtuosa. Se não tenho empregado até hoje minha vida inteira em servir e amor a DEUS, que ao menos o tempo que me resta se empregue em honrar a ELE só. E vós, bendito Santo Antônio, tende piedade de mim e alcançai-me a graça que vos peço. Assim seja.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

2º DIA
Admirável Santo Antônio, que na solidão do claustro assombrastes os mesmos anjos pelo fervor das vossas virtudes e vosso amor a Deus, ajudai a minha fraqueza para que eu também possa amá-Lo e servi-Lo fielmente. Alcançai-me uma centelha de vosso amor a Jesus Crucificado.
Olhai, também, para a nossa mocidade transviada e indiferente. Não permitais que se escoem os melhores anos de vida em amar a terra e seus vis prazeres.
Ó jovem Serafim, abrasai-me no amor verdadeiro e sólido que se alimenta no sacrifício e na prática dos sagrados deveres de estado.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

3º DIA
Ó glorioso Santo Antônio, Anjo de oração, que aos dez anos afugentastes o demônio pelo sinal da Cruz que se gravou no duro mármore, ensinai-me a rezar com recolhimento e dai-me o dom da piedade. Gravai, também, no meu coração a Cruz do Senhor, para que nunca o tentador me afaste do meu Deus.
Abri os meus olhos para que possa descobrir os laços que me arma. Fazei que no momento da tentação possa repetir com feliz êxito: "EIS A CRUZ DO SENHOR, FUGI LEGIÕES INIMIGAS, VENCEU O LEÃO DA TRIBO DE JUDÁ, CRISTO SENHOR NOSSO. ALELUIA". Assim seja.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

4º DIA
Ó Santo Antônio; a quem a Igreja conferiu o título de Doutor Evangélico, Arca do Testamento, pelo grande amor que tiveste à Palavra de Deus revelada; iluminai a minha mente e abrasai o meu coração para melhor conhecer e amar o meu Deus. Fazei que eu viva da fé, mas de uma fé sólida e inabalável, uma fé que se manifesta pelas obras e pelo bom exemplo.
Convertei os infiéis pelos quais quisestes sacrificar a vida, reconduzi à verdadeira fé os hereges, para cuja conversão tanto zelo patenteastes.
Ó glorioso Luminar da Igreja, fazei que a fé volte ao mundo e que o mundo volte para Deus.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

5º DIA
Ó incomparável Taumaturgo, Deus vos conferiu tão extraordinários poderes que nos faz repetir: "Se milagres desejais, recorrei a Santo Antônio...". Não há recanto da Terra que não celebre e cante o vosso poder. Passastes pelo mundo fazendo o bem e no céu continuais a olhar para todas as nossas necessidades.
Santo portentoso, vós bem conheceis a nossa indigência. Ressuscitai, se for preciso, os mortos pelo pecado; curai a lepra de muitas almas perdidas pelo vício; restituí aos jovens a inocência; dai aos pobres o pão quotidiano e o Pão da Vida. A todos dai a fé, a esperança e a caridade; e atraí-nos ao eterno amplexo de Jesus Menino.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

6º DIA  
Santo Antônio, Lírio de Pureza, que aos cinco anos consagrastes a vossa virgindade à Virgem Imaculada, e com tanto carinho a conservastes que merecestes o amplexo do Lírio dos Convales, alcançai-me o dom da santa pureza de espírito e de coração.
Querido Anjo em carne, afastai de mim os maus pensamentos, desejos e afetos desregrados. E se o simples contato de vosso hábito expulsou os fantasmas e tentações de um pobre atribulado, rogo-vos não me deixeis à mercê de tão atrozes tentações e importunas solicitações.
Ó Santo Antônio, pedi à Virgem Imaculada que fortifique minha vontade, encha o coração de puríssimo amor de Jesus, e guarde intacta a estola cândida do Santo Batismo.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

7º DIA
Santo Antônio, amigo dos pobres e enfermos, na vossa vida mortal enxugastes as lágrimas dos que recorreram ao vosso poder taumaturgo; por essa vossa prerrogativa, humildemente vos suplicamos venhas em auxílio de nossos pobres enfermos, que são os membros mortificados de Jesus Cristo. Assisti-os em suas dores, alentai-os nos sofrimentos e, se apraz à Divina Providência, dai-lhe a desejada saúde de corpo, e principalmente da alma, que  é ainda mais preciosa.
Ó grande amigo dos que sofrem, ouvi-lhes os gemidos, dai-lhes a conformidade e paciência nos duros transes da vida e, particularmente, no último combate, na hora da morte.
A todos mostrai o meigo Jesus que trazeis nos braços.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

8º DIA
Poderoso Santo Antônio, que entrando na ordem de São Francisco, renunciastes generosamente às riquezas e esperança deste mundo, nós vos pedimos, pelo poder que Deus vos concedeu, sejais protetor de nosso bens, emprego, fortuna e reputação. Se algum dia, porém, fôssemos deles privados, fazei com que o recuperemos, segundo a vontade de Deus e para meio de nossa eterna salvação. Sabendo, contudo, que a graça de Deus e os bens espirituais valem mais que todas as riquezas da Terra, prontos estamos a tudo perder antes que renunciar à divina graça e aos soberanos interesses de nossa salvação. Não permitais que alguém nos prive desta graças, e, se tão grande infortúnio vier a acontecer-nos, restituí-nos prontamente a amizade de Jesus. Grande Santo, guardai-nos o verdadeiro e Sumo Bem, e fazei que para nós, também, abra os braços de seu eterno Amor no amplexo sempiterno.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

9º DIA
Ó glorioso Santo Antônio, abrasado de amor celestial para com Jesus Sacramentado, aumentai a minha fé neste Augusto Sacramento... Para provardes a real presença de Jesus na Hóstia Santa fi11zestes dobrar os joelhos aos próprios irracionais. Fazei, querido Santo, que ao entrar numa igreja meu joelho se dobre reverente num ato de fé profunda que me faça exclamar com o Pai Seráfico de Assis: "Nós vos adoramos, SS. Senhor Jesus Cristo, aqui e em todas as igrejas, e vos bendizemos, porque pela vossa santa Cruz remistes o mundo".
"Martelo dos Hereges", dissipai toda a dúvida sobre a Realeza Sagrada que se contém neste Grande Sacramento. Que o Pão dos Anjos seja meu alimento e minha fortaleza e o penhor de minha eterna Ressurreição.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

10º DIA
Poderoso Santo Antônio, fiel servo da Maria Imaculada, alcançai-me terna devoção à tão boa Mãe. Fazei que por Ela chegue até perto de Jesus, único fim de todo criado.
Ínclito defensor da sua Gloriosa Assunção aos Céus, fazei-me digno filho de tão poderosa e bendita Mãe; e se não me é dada a ventura de contemplá-la e falar-lhe na terra como vos foi concedido, ao menos um dia possa alegrar-me der vê-la eternamente na glória dos Céus. Dai-me para isso, querido Intercessor, a Pureza do vosso Imaculado Lírio, e o amor seráfico de vosso jovem coração.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

 11º DIA
Humilde Santo Antônio, favorecido por Deus de extraordinário saber e conhecimento profundo das Ciências Sagradas, soubestes não só ocultar os raros talentos, mas ainda vos alegráveis de ser tido como um nada deste mundo, e o último de vossos confrades. Dai-me a verdadeira humildade de espírito e de coração, e o conhecimento de mim mesmo. Bem sei que a falta desta virtude é a causa de minha ruína espiritual e de minhas contínuas recaídas. Fostes puro, porque humilde; fostes caridoso, porque vos julgáveis servo de todos; amigo de Jesus, porque pequenino; grande e poderoso no Céu, porque simples e humilde na Terra.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

12º DIA
Santo Antônio, Pérola Franciscana, pela caridade seráfica, trinta e seis anos de vida foram bastante para vos elevar ao mais alto grau de glória e à união mais perfeita com Jesus. Ainda tenra flor de inocência desabrochastes para Deus. Ao verdes as relíquias dos mártires franciscanos, resolvestes abraçar o martírio, derramando o sangue pelo amor de Jesus. Soldado incansável na vinha do Senhor que tombastes nos braços de Jesus e Maria, alcançai-me o Amor do Serafim de Assis que tiveste como modelo de vossa vida breve e preciosa. Querido Santo, acabai de uma vez com as minhas infidelidades e friezas, atraí-me a Jesus, para começar ainda nesta vida o cântico do amor, que convosco no Céu durará eternamente. "porque a caridade jamais se extingue".
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está no final).

13º DIA
 Glorioso Santo Antônio, pela vossa terna devoção a Jesus e à sua Mãe Santíssima, merecestes mais vezes estreitar em vossos braços o Divino Menino e receber o aviso do término de vossa existência. Astro luminoso do mundo cristão, radiosa estrela do Céu, da Igreja e da Ordem Seráfica, que tivestes a dita de acabar os vossos dias em paz, descansando nos braços da carinhosa Mãe do Céu e docemente abraçado a Jesus, alcançai-me semelhante devoção para merecer a consolação dos justos na hora da morte, e depois a eterna glória nos céus.
REZAR: PAI NOSSO - AVE-MARIA - GLÓRIA AO PAI (agora reze o Responsório de Santo Antônio que está logo abaixo).

 RESPONSÓRIO DE SANTO ANTÔNIO 
Se milagres desejais,
Recorrei a Santo Antônio.
Vereis fugir o demônio
E as tentações infernais.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão.
E no auge do furacão,
Cede o mar embravecido.

Todos os males humanos,
Se moderam, se retiram.
Digam-no aqueles que o viram.
E digam-no os paduanos.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão.
E no auge do furacão,
Cede o mar embravecido.

Pela sua intercessão,
Foge a peste, o erro e a morte,
O fraco torna-se forte,
E torna-se o enfermo são.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão.
E no auge do furacão,
Cede o mar embravecido.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão.
E no auge do furacão,
Cede o mar embravecido.

V. Rogai por nós, bem-aventurado Antônio.
R. Para que sejamos dignos das promessas de CRISTO.

OREMOS
Ó Deus, nós vos suplicamos, que alegre à Vossa Igreja a solenidade votiva do bem-aventurado Antônio, vosso confessor e doutor, para que fortalecida sempre com os espirituais auxílios, mereça gozar dos prazeres eternos. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém.


TREZENA DE SANTO ANTÔNIO.


Responsório de Santo Antônio:

Se milagres desejais,
Recorrei a Santo Antônio,
Vereis fugir o demônio,
E as tentações infernais.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão.
E no auge do furação.
Cede o mar embravecido.

Todos os males humanos.
Se moderam, se retiram.
Digam-no aqueles que o viram,
Digam-no os paduanos.

Recupera-se o perdido... (repete-se o refrão)

Pela sua intercessão,
Foge a peste, o erro e a morte.
O fraco torna-se forte.
E torna-se o enfermo são.

Recupera-se o perdido... (repete-se o refrão)

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Recupera-se o perdido... (repete-se o refrão)

V- Rogai por nós bem-aventurado Antônio.
R- Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos:

Ó Deus, nós vos suplicamos, que alegre à Vossa Igreja a solenidade votiva do bem-aventurado Antônio, vosso Confessor e Doutor, para que fortalecida sempre com os espirituais auxílios, mereça gozar os prazeres eternos. Por Cristo Jesus, Nosso Senhor. Amém.

Súplica de todos os dias.

Meu querido Santo Antônio, Santo dos mais carinhosos, o vosso ardente amor de Deus, as vossas sublimes virtudes e grande caridade para com o próximo vos mereceram durante a vida o poder de fazer milagres espantosos. Nada vos era impossível senão deixar de sentir compaixão pelos que necessitavam da vossa eficaz intercessão. A vós recorremos e vos imploramos que nos obtenhais a graça especial que neste momento pedimos. Ó bondoso e santo Taumaturgo, cujo coração estava sempre cheio de simpatia pelos homens, segredai as nossas preces ao Menino Jesus que tanto gostava de repousar nos vossos braços. Uma palavra vossa nos obterá as mercês que pedimos.

(Segue-se a meditação do dia competente)

1ª Terça-feira

Oração - Invencível Santo Antônio, mártir pelo desejo, pelo fervor do amor que vos inflamou com o ardente anseio de derramar o vosso sangue por Nosso Senhor Jesus Cristo, invocamos o vosso auxílio para que nos assistais a nós e a todos os agonizantes na hora da nossa morte, e para que obtenhais o eterno descanso para as almas do purgatório.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

2ª Terça-feira

Oração - Ó Santo Antônio, grande Doutor da Igreja, que ilustrastes a eterna e imutável verdade tanto pela palavra como pelo exemplo, nós vos imploramos que nos conserveis na fé católica, que convertais os que estão fora da nossa Igreja e que extirpeis todos os erros e falsidades. Obtende também que os Governantes e os Magistrados exerçam a justiça com eqüidade e para o bem do povo.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

3ª Terça-feira

Oração - Ó bondoso consolador Santo Antônio! Nunca quem procurou o vosso auxílio deixou de ser atendido. Humildemente vos suplicamos que nos auxilieis, a nós e a todo o mundo, nas calamidades e aflições; preservai-nos da falta de arrependimento, da covardia e do desespero; afastai de nós toda a intolerância e toda a discórdia.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

4ª Terça-feira

Oração - Santo Antônio, fervoroso adorador de Nosso Senhor Jesus Cristo, que ateastes em toda a parte o fogo da caridade perante o qual os demônios fugiam, guardai as nossas almas e os nossos corpos, e defendei-os contra as tentações de Satanás, para que ele não tenha o poder de nos molestar em pensamentos, palavras e obras, e afastai de nós todos os vãos receios e imaginações.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

5ª Terça-feira

Oração - Ó maravilhoso pregador Santo Antônio, a cujas poderosas palavras nenhum pecador podia resistir, humildemente vos suplicamos que preserveis os nossos corpos de febres, feridas e doenças infecciosas, e as nossas almas da lepra do pecado.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

6ª Terça-feira

Oração - Ó milagroso Taumaturgo Santo Antônio, em quem Deus manifestou o seu poder , livrai-nos de todas as fraquezas e enfermidades para que possamos sempre glorificar Deus Todo Poderoso, sãos de espírito e de corpo, e fortes de alma.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

7ª Terça-feira

Oração - Santo Antônio, fiel guia dos viajantes, a quem Deus deu o poder de dominar as tempestades e de acalmar as ondas do mar, preservai-nos a nós e a todos os viajantes dos perigos do mar e da terra, e do naufrágio das nossas almas.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

8ª Terça-feira

Oração - Ó valente confessor Santo Antônio, que libertastes das cadeias temporais os corpos dos homens, e das cadeias espirituais as suas almas, libertai os pobres cativos das prisões que não mereceram, e as almas que o pecado escraviza, das trevas dos seus cárceres espirituais, e auxiliai todos os que estão condenados à morte.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

9ª Terça-feira

Oração - Ó branca Flor da Pureza, Santo Antônio, que tivestes nos vossos braços virginais Jesus, o Filho de Deus, nós vos suplicamos que nos preserveis a nós, e a todos os que nos pertencem, dos males corporais; auxiliai também os surdos, os mudos, os cegos, os coxos, os disformes, e alcançai para eles a paciência necessária para suportarem as suas aflições. Ajudai também a preservar o corpo místico da Igreja, e fazei com que todas as nações, com os seus governantes e príncipes, se conservem fiéis ao seu chefe.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

10ª Terça-feira

Oração - Fidelíssimo Santo Antônio, que desprezastes os bens deste mundo para poderes obter as riquezas de Cristo, ajudai-nos a nunca desejar nada que nos seja prejudicial, preservai-nos de todas as ambições mundanas e obtende-nos que procuremos sempre a graça, e, se a perdermos, não descansemos até recuperá-la.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

11ª Terça-feira

Oração - Santo Antônio, poderoso auxiliar, em quem o amor de Nosso Senhor Jesus Cristo obra tão grandes maravilhas, invocamos o vosso auxílio em todos os perigos, visíveis e invisíveis. Preservai-nos, pela vossa intercessão, dos nossos inimigos, dos raios, das tempestades, do incêndio e da guerra, e livrai-nos fielmente de todos os perigos da alma e do corpo.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

12ª Terça-feira

Oração - Santo Antônio, refúgio universal, nós vos suplicamos que nos socorrais em todas as aflições, na pobreza e na enfermidade; que consoleis as viúvas e os órfãos, e todos aqueles que vos invocam nas suas necessidades.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

13ª Terça-feira

Oração - Ó Glorioso Santo Antônio, honra de Portugal, Apóstolo de todas as nações, manifestai-nos o poder milagroso que tem ganho vitórias tão maravilhosas sobre o erro e a descrença, e acendei nos nossos corações a chama da divina caridade e do amor fraterno, a fim de que, unidos no aprisco verdadeiro do Divino Pastor, possamos glorificar Aquele que, com o Pai e o Espírito Santo, vive e reina eternamente. Amém.

(Pai Nosso, Ave Maria, Glória...)

Também pode se rezada durante os treze primeiros dias dos mês de junho, coincidindo o 13º dia com o dia 13, dia de Santo Antônio.
 
Um forte abraço a todos.
 
 

sexta-feira, 12 de maio de 2017

100 anos do MILAGRE DO SOL - NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - A HISTÓRIA DAS APARIÇÕES, VÍDEO DA IRMÃ LÚCIA, FOTOS E REPORTAGENS DA ÉPOCA. 13 de maio de 1917.

"Um grande sinal apareceu no céu, uma mulher vestida de Sol, com a Lua sob seus pés, e na cabeça uma coroa de 12 estrelas..." Apocalipse 12:1



I- PRIMEIRA APARIÇÃO



Quando Nossa Senhora apareceu pela primeira vez em Fátima, no dia 13 de maio de 1917, Lúcia acabara de completar 10 anos; Francisco estava para completar 9; e Jacinta, a menor, tinha pouco mais de 7 anos.

As aparições de Nossa Senhora se deram habitualmente na Cova da Iria, numa propriedade do pai de Lúcia, situada a 2,5Km de Fátima. A mãe de Deus aparecia por volta do meio-dia, sobre uma azinheira de pouco mais de um metro de altura.

Por algum misterioso desígnio de Deus, as três crianças foram privilegiadas, mas desigualmente: as três viam Nossa Senhora, mas Francisco não A ouvia; Jacinta A via e ouvia, mas não lhe falava; Lúcia via e ouvia a Santíssima Virgem, e também falava com ela.

Os pastorinhos estavam, naquele dia 13, brincando de construir uma casinha de pedras em redor de uma moita quando, de repente, brilhou uma luz muito intensa.

Num primeiro momento pensaram que tinha sido um relâmpago, mas pouco depois avistaram, sobre uma azinheira, "uma Senhora, vestida toda de branco, mais brilhante que o Sol, espargindo luz mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessado pelos raios do Sol mais ardente".

As crianças, surpreendidas, pararam bem perto da Senhora, dentro da luz que a envolvia. Nossa Senhora então deu início a seguinte conversação com Lúcia:

- Não tenhais medo. Eu não vos faço mal.

- De onde é Vossemecê?

- Sou do Céu.

- E que é que Vossemecê quer?

- Vim para vos pedir que venhais aqui seis meses seguidos, no dia 13, a esta mesma hora. Depois vos direi quem sou e o que quero. Depois, voltarei ainda aqui uma sétima vez.

- E eu vou para o Céu?

- Sim, vais.

- E a Jacinta?

- Também.

- E o Francisco?

- Também; mas tem que rezar muitos Terços. Lucia lembrou-se então de perguntar por duas jovens suas amigas que haviam falecido pouco tempo antes:

- A Maria das Neves já está no Céu?

- Sim, está.

- E a Amélia?

- Estará no Purgatório até o fim do mundo.

Nossa Senhora fez então um convite explícito aos pastorinhos:

- Quereis oferecer-vos a Deus para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser enviar-vos, em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido, e de súplica pela conversão dos pecadores?

- Sim, queremos.

- Ide, pois, ter muito que sofrer, mas a graça de Deus será o vosso conforto.

Nossa Senhora ainda acrescentou: "Rezem o Terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo e o fim da guerra". Depois, começou a Se elevar majestosamente pelos ares na direção do nascente, até que desapareceu.
 
Os Pastorinhos: Jacinta, Francisco e Lúcia.

II- SEGUNDA APARIÇÃO

                                                    

A 13 de junho, os videntes não estavam sós, mais 50 pessoas haviam comparecido ao local.

A pequena Jacinta não conseguira guardar o segredo que os três haviam combinado, e se espalhara a notícia da aparição.

Desta vez, foi Lúcia que principiou a falar:

- Vossemecê que me quer?

- Quero que venhais aqui no dia 13 do mês que vem, que rezeis o terço todos os dias, e que aprendais a ler. Depois direi o que quero.

Lúcia pediu a Nossa Senhora a cura de um doente.

- Se se converter, curar-se-á durante o ano.

- Queria pedir-lhe para nos levar para o Céu.

- Sim, a Jacinta e o Francisco, levo-os em breve. Mas tu ficas cá mais algum tempo. Jesus quer Servir-se de ti para Me fazer conhecer e amar. Ele quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. A quem a abraçar, prometo a salvação; e serão queridas de Deus estas almas, como flores postas por Mim a adornar o seu trono.

- Fico cá sozinha?

- Não, filha. E tu sofres muito? Não desanimes. Eu nunca te deixarei. O meu Imaculado Coração será o teu refúgio, e o caminho que te conduzirá até Deus.

Nossa Senhora, como da primeira vez, elevou-se com majestosa serenidade e foi-se distanciando, rumo ao nascente.
 
III- TERCEIRA APARIÇÃO
 
 
 
A 13 de julho, mais de 2 mil pessoas haviam comparecido à Cova da Iria.

As pessoas presentes notaram uma nuvenzinha de cor acinzentada pairando sobre a azinheira; notaram também que o sol se ofuscou e um vento fresco soprou, aliviando o calor daquele auge de verão.

Novamente foi Lúcia que iniciou a conversação:

- Vossemecê que me quer?

- Quero que venham aqui no dia 13 do mês que vem, que continuem a rezar o Terço todos os dias, em honra de Nossa Senhora do Rosário, para obter a paz do mundo e o fim da guerra, porque só Ela lhes poderá valer.

- Queria pedir-lhe para nos dizer Quem é; para fazer um milagre com que todos acreditem que Vossemecê nos aparece.

- Continuem a vir aqui, todos os meses. Em outubro direi Quem sou, o que quero, e farei um milagre que todos hão de ver para acreditar.

Lucia fez então alguns pedidos de graças e curas. Nossa Senhora respondeu que deviam rezar o Terço para alcançarem as graças durante o ano. Depois, prosseguiu:

- Sacrificai-vos pelos pecadores, e dizei muitas vezes, em especial sempre que fizerdes algum sacrifício: Ó Jesus, é por vosso amor, pela conversão dos pecadores, e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria.

Deu-se então a visão do Inferno, descrita, anos depois, pela Irmã Lúcia. Esta visão constitui a primeira parte do Segredo de Fátima, revelada apenas em 1941, assim como a segunda parte a seguir:

Após a terrível visão do inferno, os três pastorinhos levantaram os olhos para Nossa Senhora, como que para pedir socorro, e Ela, com bondade e tristeza, prosseguiu:

- Vistes o inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores. Para as salvar, Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz. A guerra vai acabar. Mas se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior.

Quando virdes uma noite alumiada por uma luz desconhecida, sabei que é o grande sinal que Deus vos dá, de que vai punir o mundo de seus crimes, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para a impedir, virei pedir a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração e a comunhão reparadora nos primeiros sábados. Se atenderem aos meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz; se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja.

Os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas. Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, e ela se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz. Em Portugal, se conservará sempre o Dogma de Fé; etc...

Aqui se insere a terceira parte do Segredo de Fátima, revelada em 13 de maio de 2000.

- Isso não digais a ninguém. Ao Francisco sim, podes dizê-lo.

Após uma pausa prosseguiram:

- Quando rezardes o terço, dizei depois de cada mistério: Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, principalmente aquelas que mais precisarem.

- Vossemecê não me quer mais nada?

- Não. Hoje não te quero mais nada.

E como das outras vezes, começou a se elevar com majestade na direção do nascente, até desaparecer por completo.

Abaixo, um importantíssimo vídeo, sobre as memórias da Irmã Lúcia:





IV- QUARTA APARIÇÃO


Os três pastorinhos foram sequestrados, na manhã do dia 13 de agosto, pelo administrador de Ourém, a cuja jurisdição pertencia Fátima. Ele achava que os segredos de Nossa Senhora se referiam a um acontecimento político que acabaria (ou abalaria) com a República, recém instalada em Portugal.

Como eles nada revelaram do segredo - mesmo tendo sido deixados sem comida, presos juntamente com criminosos comuns e sofrido forte pressão -, o truculento administrador acabou por desistir do intento e devolveu os videntes a suas famílias. Mas com isso, eles tinham perdido a visita da Bela Senhora, que descera à cova de Iria, mas não os encontrara.

Dois dias depois, entretanto, a Virgem novamente lhes apareceu,em um local chamado Valinhos. Como das outras vezes, seguiu-se o diálogo:

- Que é que Vossemecê me quer?

- Quero que continueis a ir à Cova da Iria no dia 13; que continueis a rezar o Terço todos os dias.No último mês, farei o milagre para que todos acreditem.

- Que é que Vossemecê quer que se faça ao dinheiro que o povo deixa na Cova da Iria?

- Façam dois andores. Um, leva-o tu com a Jacinta e mais duas meninas, vestidas de branco; o outro, que leve o Francisco com mais três meninos. O dinheiro dos andores é para a festa de Nossa Senhora do Rosário; e o que sobrar é para a ajuda de uma capela, que hão de mandar fazer.

- Queria pedir-Lhe a cura de alguns doentes.

- Sim, alguns curarei durante o ano. Rezai, rezai muito; e fazei sacrifícios pelos pecadores, que vão muitas almas para o inferno, por não haver quem se sacrifique e peça por elas.

Em seguida, como de costume, começou a se elevar e desapareceu na direção do nascente.
 
  V- QUINTA APARIÇÃO
 
 
 
A 13 de setembro, já eram 15 ou 20 mil as pessoas presentes no local das aparições. A Virgem assim falou:

- Continuem a rezar o Terço, para alcançarem o fim da guerra. Em outubro virá também Nosso Senhor, Nossa Senhora das Dores e do Carmo, São José com o Menino Jesus, para abençoarem o mundo. Deus está contente com os vossos sacrifícios, mas não quer que durmais com a corda.

Trazei-a só durante o dia.

- Têm-me pedido para Lhe pedir muitas coisas: a cura de alguns doentes, de um surdo-mudo.

- Sim, alguns curarei. Outros, não, em outubro farei o milagre para que todos acreditem.

Em seguida, começou a se elevar e desapareceu no firmamento.
 
VI- SEXTA APARIÇÃO - O MILAGRE DO SOL
 
  A multidão rezava o terço quando, à hora habitual, Nossa Senhora apareceu sobre a azinheira:

- Que é que Vossemecê me quer?

- Quero dizer-te que façam aqui uma capela em minha honra; que sou a Senhora do Rosário; que continuem sempre a rezar o Terço todos os dias. A guerra vai acabar, e os militares voltarão em breve para suas casas.

- Eu tinha muitas coisas para lhe pedir: se curava uns doentes e se convertia uns pecadores, etc. ...

- Uns sim, outros não. É preciso que se emendem; que peçam perdão dos seus pecados. Não ofendam mais a Deus Nosso Senhor, que já está muito ofendido.

Nesse momento, abriu as mãos e fez com que elas se refletissem no Sol, e começou a Se elevar, desaparecendo no firmamento. Enquanto Se elevava, o reflexo de sua própria luz se projetava no Sol.

Os pastorinhos então viram, ao lado do Sol, o Menino Jesus com São José e Nossa Senhora. São José e o Menino traçavam com a mão gestos em forma de cruz, parecendo abençoar o mundo.

Desaparecida esta visão, Lúcia viu Nosso Senhor a caminho do Calvário e Nossa Senhora das\r\nDores. Ainda uma vez Nosso Senhor traçou com a mão um sinal da Cruz, abençoando a multidão.

Por fim aos olhos de Lúcia apareceu Nossa Senhora do Carmo com o Menino Jesus ao colo, com aspecto soberano e glorioso.

As três visões recordaram, assim, os Mistérios gososos, os dolorosos e os gloriosos do Santo Rosário. O milagre do Sol Enquanto se passavam essas cenas, a multidão espantada assistiu ao grande milagre prometido pela Virgem para que todos cressem.

No momento em que Ela se elevava da azinheira e rumava para o nascente, o Sol apareceu por entre as nuvens, como um grande disco prateado, brilhando com fulgor fora do comum, mas sem cegar a vista. E logo começou a girar rapidamente, de modo vertiginoso. Depois parou algum tempo e recomeçou a girar velozmente sobre si mesmo, à maneira de uma imensa bola de fogo. Seus bordos tornaram-se, a certa altura, avermelhados e o Astro-Rei espalhou pelo céu chamas de fogo num redemoinho espantoso. A luz dessas chamas se refletia nos rostos dos assistentes, nas árvores, nos objetos todos, os quais tomavam cores e tons muito diversos, esverdeados, azulados avermelhados, alaranjados etc.

A 13 de outubro, era imensa a multidão que acorrera à Cova da Iria: 50 a 70 mil pessoas. A maior parte chegara na véspera e ali passara a noite. Chovia torrencialmente e o solo se transformara num imenso lodaçal.

(Cenas do filme: "O Décimo Terceiro Dia". Trata-se do primeiro filme importante por diretores Ian e Dominic Higgins. De acordo com a distribuidora do filme nos EUA, a Ignatius Press, o filme conta a história das aparições da Virgem Maria para Lucia Santos e seus primos Francisco e Jacinta Marto. )



Três vezes o Sol, girando loucamente diante dos olhos de todos, se precipitou em ziguezague sobre a terra, para pavor da multidão que, aterrorizada, pedia a Deus perdão por seus pecados e misericórdia. O fenômeno durou cerca de 10 minutos . Todos o viram, ninguém ousou pô-lo em dúvida, nem mesmo livres-pensadores e agnósticos que ali haviam acorrido por curiosidade ou para zombar da credulidade popular.




Não se tratou, como mais tarde imaginaram pessoas sem fé, de um fenômeno de sugestão ou excitação coletiva, porque foi visto a até 40 km de distância, por muitas pessoas que estavam fora do local da aparições e portanto fora da área de influência de uma pretensa sugestão ou excitação.

Mais um pormenor espantoso notado por muitos: as roupas, que se encontravam encharcadas pela chuva no início do fenômeno, haviam secado prodigiosamente minutos depois.



(A Imprensa da época noticiou, com destaque, o Milagre do Sol. Acima e abaixo vê-se algumas reportagens)

                                       

(Entretanto, a incredulidade de alguns persiste, apesar de o Milagre do Sol ter mais de 50.000 testemunhas)



Também merece destaque o vídeo do canal History Chanel. Veja abaixo:




Nossa Senhora do Rosário de Fátima, rogai por nós.

A todos os amigos do Grupo Água Viva, nossa saudação em Cristo e sua Mãe Santíssima, que se reveste de sol para fazer acordar seus filhos, que estavam adormecidos e iludidos pelos passa-tempos do mundo.

Um forte abraço a todos.

Recomendo a mensagem abaixo, para complementar.

http://grupo-aguaviva.blogspot.com.br/2012/03/reflexoes-da-beata-jacinta-marto.html



domingo, 23 de abril de 2017

A Festa da Misericórdia - Jesus eu Confio em Vós!

“Quem confia na minha misericórdia não perecerá, porque todas as suas causas são minhas,  e os  seus inimigos desbaratados aos pés do meu escabelo. “ (Diário de Santa Faustina, parágrafo 723).


“Louvai ao Senhor, porque Ele é bom; porque eterna é a sua misericórdia. (...) Vós que temeis ao Senhor, repeti: ‘Eterna é a sua misericórdia.’...” (Salmo 117, 01-04)

Sua Misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que O temem (Lucas 1-50)



“Quando uma alma se aproxima de Mim com confiança, encho-a de tantas graças, que ela não pode encerrá-las todas em si mesma e as irradia para as outras almas.” (Diário de Santa Faustina, parágrafo 1074).

Saiba como Rezar o Terço da Divina Misericórdia!


(clique na imagem acima, para ampliá-la)

Mas o que Jesus disse a respeito desta devoção?

Leia abaixo:


Pela recitação deste Terço agrada-Me dar tudo o que Me peçam. Quando os pecadores empedernidos o recitarem, encherei de paz as suas almas, e a hora da morte deles será feliz. Escreve isto para as almas atribuladas: Quando a alma vir e reconhecer a gravidade dos seus pecados, quando se abrir diante dos seus olhos todo o abismo da miséria em que mergulhou, que não se desespere, mas antes se lance com confiança nos braços da Minha misericórdia, como uma criança no abraço da sua querida mãe. Essas almas têm prioridade no Meu Coração compassivo, elas têm primazia à Minha misericórdia. Diz que nenhuma alma que tenha invocado a Minha misericórdia se decepcionou ou experimentou vexame. Tenho predileção especial pela alma que confiou na Minha bondade. Escreve que, quando recitarem esse Terço junto aos agonizantes, Eu Me colocarei entre o Pai e a alma agonizante não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso” (Diário, 1541).

“Defendo toda alma que recitar esse terço na hora da morte, como se fosse a Minha própria glória (…) Quando recitam esse terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira de Deus, a misericórdia insondável envolve a alma” (Diário, 811)

“Oh! que grandes graças concederei às almas que recitarem esse Terço.

(…) Anota estas palavras, Minha filha, fala ao mundo da Minha misericórdia, que toda a humanidade conheça a Minha insondável misericórdia. Este é o sinal para os últimos tempos; depois dele virá o dia da justiça. Enquanto é tempo, recorram à fonte da Minha misericórdia, tirem proveito do Sangue e da Àgua que jorraram para eles” (Diário, 848) .

“Recita, sem cessar, este Terço que te ensinei. Todo aquele que o recitar alcançará grande misericórdia na hora da sua morte. Os sacerdotes o recomendarão aos pecadores como a última tábua de salvação. Ainda que o pecador seja o mais endurecido, se recitar este Terço uma só vez, alcançará a graça da Minha infinita misericórdia” (Diário, 687).

A FESTA DA DIVINA MISERICÓRDIA

"Quero que essa Imagem, que pintarás com o pincel,seja benzida solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa, e esse domingo deve ser a Festa da Misericórdia."  (Diário, 49).

"Desejo que, no primeiro domingo depois da Páscoa, a Imagem seja exposta publicamente. Esse Domingo é a Festa da Misericórdia. Pelo Verbo Encarnado dou a conhecer o abismo da Minhas misericórdia" (Diário, 88).

"Olha para o abismo da Minha misericórdia e dá a esta misericórdia louvor e glória. (...) Na festa da minha miserícórdia percorrerás o mundo inteiro e trarás as almas que desfalecem à fonte da Minha misericórdia. Eu as curarei e fortalecerei." (Diário, 206).

"Durante a oração ouvi estas palavras interiormente: 'Os dois raios representam o Sangue e a Água: o raio pálido significa a Água que justifica as almas; o raio vermelho significa o Sangue que é a vida das almas. Ambos os raios jorraram das entranhas dsa MInha misericórdia, quando na Cruz, o Meu Coração agonizante foi aberto pela lança. Estes raios defendem as almas da ira de Meu Pai. Feliz aquele que viver à sua sombra, porque não será atingido pelo braço da Justiça de Deus. Desejo que o primeiro domingo depois da Páscoa seja a Festa da Misericórdia.'..." (Diário, 299).

"Pede ao meu servo fiel [o sacerdote] que, neste dia, fale ao mundo inteiro desta minha grande misericórdia, que aquele que, nesse dia, se aproximar da Fonte da Vida, alcançará o perdão total de suas culpas e penas. A Humanidade não encontrará a paz enquanto não se voltar, com confiança, para a Minha misericórdia." (Diário, 300).



domingo, 16 de abril de 2017

JÁ RESSUSCITOU, ALELUIA, CRISTO JESUS SEMPRE VIVO ENTRE NÓS!





Prezados amigos. Ele vive. É tudo o que nos interessa. Jesus vitorioso sobre tudo, sobre o Mundo, sobre o pecado, a doença e a morte.

Portanto, adoremos o Senhor e lovalmos o seu Santo Nome, pois mesmo sendo da condição divina, unissubstancial ao Pai, fez-se servo e humano como nós, para resgatar a nossa estirpe, nossa espécie, que já estava perdida, pagando um altíssimo preço por cada um de nós. 

No vídeo abaixo, veja a importância em se adorar Jesus no Santíssimo Sacramento. Quantas graças, quantos prodígios, quantas obras extraordinárias Deus faz na vida daquele que se aproxima da fonte de água viva, adorando o Filho que se faz presente no Santíssimo Sacramento.



Glórias e louvores se dêem a todo momento, ao Santíssimo e Digníssimo Sacramento.

Um forte abraço a todos e FELIZ PÁSCOA.