quarta-feira, 18 de março de 2015

TRÍDUO DE SÃO JOSÉ.

 
TRÍDUO DE SÃO JOSÉ – PRIMEIRO DIA.
Oração Inicial
A Vós recorremos, bondoso Patriarca, e com todo o fervor de nosso afligido Coração vos pedimos que, deste trono de glória em que vos colocaram vossas virtudes e merecimentos, escuteis propicio nossas súplicas e tenhais piedade de nós.
Humildemente confessamos que nossas tribulações são penas de nossas culpas; por isso com dor de coração, pedimos a Deus perdão de todas elas.
Amoroso São José, pelo amor que professais a vosso Jesus e Maria e pela autoridade que sobre eles exercestes aqui na terra, intercede agora por nós no céu, escutando nossas petições e apresentando-as vos mesmo a vossa Esposa Imaculada e a vosso Divino Filho para que sejam favoravelmente ouvidas, para maior glória de Deus e santificação de nossas almas. Amém.
Castíssimo esposo da virgem Maria e amável protetor meu São José!, que jamais se ouviu dizer que alguém já tenha invocado vossa proteção e implorado vosso auxilio sem haver sido consolado. Cheio de confiança em vosso poder, já que exercestes com Jesus o cargo de Pai, venho a vossa presença e me encomendo a Vos com todo fervor. Não desprezeis minhas súplicas, antes bem, acolhei-as e dignai-vos atende-las piedosamente.
 
Oração do Dia
 
Prostrados ante Vós, insigne protetor nosso São José, acudimos também hoje em demanda de vosso eficaz patrocínio. Dirige, Oh grande Santo!, um olhar amoroso sobre nós, miseráveis filhos de Eva, e apresentai nossas súplicas ao Pai Eterno, cujas vezes fizestes na terra tutelando seu Divino Filho; Oferecidas também ao Espírito Santo, de quem fostes representante como Esposo de Maria; Apresentai-as, enfim, ao Filho para que sejam benignamente atendidas pela Santíssima Trindade, objeto de todo nosso amor, agora e sempre, por todos os séculos. Amém. Pede-se a graça que se deseja. 
 
Oração Final 
Oração Final Gloriosíssimo Patriarca São José, castíssimo Esposo da Mãe de Deus; Ao vosso amparo acudimos, não desprezais nossas súplicas e livrai-nos de todos os perigos. V. Bendito Patriarca São José, rogai por nós. R. Para que sejamos dignos da graça que imploramos. Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, uni vossos rogos aos de vosso castíssimo Esposo e pelos maternais cuidados que dedicastes ao Menino Jesus, intercedei e rogai por nós para que sejamos dignos de alcançar a graça que vos pedimos. Sacratíssimo Coração de Jesus, ouvi benigno as súplicas de Maria, cheia de graça, e de José, varão justo, para que por sua intercessão logremos o favor solicitado, se for para a maior honra e glória vossa e bem de nossas almas. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.
TRÍDUO DE SÃO JOSÉ – SEGUNDO DIA.
Oração Inicial
A Vós recorremos, bondoso Patriarca, e com todo o fervor de nosso afligido Coração vos pedimos que, deste trono de glória em que vos colocaram vossas virtudes e merecimentos, escuteis propicio nossas súplicas e tenhais piedade de nós.
Humildemente confessamos que nossas tribulações são penas de nossas culpas; por isso com dor de coração, pedimos a Deus perdão de todas elas.
Amoroso São José, pelo amor que professais a vosso Jesus e Maria e pela autoridade que sobre eles exercestes aqui na terra, intercede agora por nós no céu, escutando nossas petições e apresentando-as vos mesmo a vossa Esposa Imaculada e a vosso Divino Filho para que sejam favoravelmente ouvidas, para maior glória de Deus e santificação de nossas almas. Amém.
Castíssimo esposo da virgem Maria e amável protetor meu São José!, que jamais se ouviu dizer que alguém já tenha invocado vossa proteção e implorado vosso auxilio sem haver sido consolado. Cheio de confiança em vosso poder, já que exercestes com Jesus o cargo de Pai, venho a vossa presença e me encomendo a Vos com todo fervor. Não desprezeis minhas súplicas, antes bem, acolhei-as e dignai-vos atende-las piedosamente.
Oração do Dia
Ao vossos pés nos prostramos com o mais humilde afeto, oh incomparável protetor nosso São José!, confiando em vosso eficaz patrocínio. Dirige, oh grande Santo! Um olhar amoroso sobre nós, miseráveis pecadores filhos de Eva, e alcançai-nos a graça que vos pedimos juntamente com as três virtudes de: terna piedade, gratidão aos divinos benefícios e firme confiança em Deus, que tanto e com tanto fruto praticastes vós mesmo, a fim de que enriquecidos com elas, possamos expirar docemente nos braços de Jesus e Maria, e chegarmos depois em vossa companhia no céu, por toda a eternidade. Amém. Pede-se a graça que se deseja. Amém.
Oração Final
Oração Final Gloriosíssimo Patriarca São José, castíssimo Esposo da Mãe de Deus; Ao vosso amparo acudimos, não desprezais nossas súplicas e livrai-nos de todos os perigos. V. Bendito Patriarca São José, rogai por nós. R. Para que sejamos dignos da graça que imploramos. Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, uni vossos rogos aos de vosso castíssimo Esposo e pelos maternais cuidados que dedicastes ao Menino Jesus, intercedei e rogai por nós para que sejamos dignos de alcançar a graça que vos pedimos. Sacratíssimo Coração de Jesus, ouvi benigno as súplicas de Maria, cheia de graça, e de José, varão justo, para que por sua intercessão logremos o favor solicitado, se for para a maior honra e glória vossa e bem de nossas almas. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.
 
 
TRÍDUO DE SÃO JOSÉ – SEGUNDO DIA.
Oração Inicial
A Vós recorremos, bondoso Patriarca, e com todo o fervor de nosso afligido Coração vos pedimos que, deste trono de glória em que vos colocaram vossas virtudes e merecimentos, escuteis propicio nossas súplicas e tenhais piedade de nós.

Humildemente confessamos que nossas tribulações são penas de nossas culpas; por isso com dor de coração, pedimos a Deus perdão de todas elas.

Amoroso São José, pelo amor que professais a vosso Jesus e Maria e pela autoridade que sobre eles exercestes aqui na terra, intercede agora por nós no céu, escutando nossas petições e apresentando-as vos mesmo a vossa Esposa Imaculada e a vosso Divino Filho para que sejam favoravelmente ouvidas, para maior glória de Deus e santificação de nossas almas. Amém.
Oração do Dia
 Castíssimo esposo da virgem Maria e amável protetor meu São José!, que jamais se ouviu dizer que alguém já tenha invocado vossa proteção e implorado vosso auxilio sem haver sido consolado. Cheio de confiança em vosso poder, já que exercestes com Jesus o cargo de Pai, venho a vossa presença e me encomendo a Vos com todo fervor. Não desprezeis minhas súplicas, antes bem, acolhei-as e dignai-vos atende-las piedosamente.
Oração do dia Prostrados ante Vós, insigne protetor nosso São José, acudimos também hoje em demanda de vosso eficaz patrocínio. Dirige, Oh grande Santo!, um olhar amoroso sobre nós, miseráveis filhos de Eva, e apresentai nossas súplicas ao Pai Eterno, cujas vezes fizestes na terra tutelando seu Divino Filho; Oferecidas também ao Espírito Santo, de quem fostes representante como Esposo de Maria; Apresentai-as, enfim, ao Filho para que sejam benignamente atendidas pela Santíssima Trindade, objeto de todo nosso amor, agora e sempre, por todos os séculos. Amém. Pede-se a graça que se deseja.
Oração Final
Gloriosíssimo Patriarca São José, castíssimo Esposo da Mãe de Deus; Ao vosso amparo acudimos, não desprezais nossas súplicas e livrai-nos de todos os perigos. V. Bendito Patriarca São José, rogai por nós. R. Para que sejamos dignos da graça que imploramos. Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, uni vossos rogos aos de vosso castíssimo Esposo e pelos maternais cuidados que dedicastes ao Menino Jesus, intercedei e rogai por nós para que sejamos dignos de alcançar a graça que vos pedimos. Sacratíssimo Coração de Jesus, ouvi benigno as súplicas de Maria, cheia de graça, e de José, varão justo, para que por sua intercessão logremos o favor solicitado, se for para a maior honra e glória vossa e bem de nossas almas. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

quarta-feira, 11 de março de 2015

Oração a Sant'Ana [Mãe de Maria e avó de Jesus, oração pela preservação dos filhos]

 
ORAÇÃO A SANT'ANA
 
Gloriosa Sant'Ana [Santa Ana], protetora das famílias cristãs, a ti encomendo meus filhos. Sei que os recebi de Deus e que a Deus eles pertencem. Portanto te rogo que me concedas a graça de aceitar o que a Divina Providência dispuser para eles.
Abençoa-os, ó misericordiosa Sant'Ana, e toma-os dabaixo de tua proteção. Santa Ana, mãe de Maria Santíssima, rogai por nós.
 

 
 
 
 
 

 


sábado, 7 de março de 2015

QUARESMA – TEMPO DE MEDITAR A PAIXÃO DE JESUS


A Agonia no Horto das Oliveiras
Um dos momentos mais difíceis da Paixão de N. S. Jesus Cristo


O Encontro Entre Mãe e Filho - Momento de Dor Intensa
"...Multidões que passais pelo caminho, dai atenção e vede: Será que existe alguma dor igual à minha dor..." Lamentações 1, 12
Lembrança dos Bons Momentos da Vida -

Jesus Desfigurado - O Que é a Verdade? Pergunta Pilatos.



QUARESMA – TEMPO DE MEDITAR A PAIXÃO DE JESUS

Muito se fala a respeito da quaresma, este período que simboliza ou rememora o tempo em que Jesus permaneceu isolado no deserto, sofrendo as privações da carne e violenta tentação do maligno (aquele que se opõe a Deus e a tudo quanto de identifique com ele).

Há não muito tempo atrás, o tempo quaresmal era objeto de profundo respeito. Lembro de minha avó, que não permitia nenhuma manifestação de que pudesse caracterizar desrespeito ao período. Danças, estripulias? Nem pensar! Os clubes não realizavam festas ou bailes, as pessoas guardavam o devido resguardo e respeito por tão importante tempo.

Hoje, lamentavelmente, os tempos são outros, e o significado da Quaresma está ficando apenas nos cuidados de uma minoria, que insiste (com a graça de Deus) em manter vivas as tradições dos antepassados e da própria Igreja. Não é por menos que o mundo está transtornado por males de toda ordem, pois, quanto mais de afasta de Deus, mais de afasta da graça, da paz, da verdadeira alegria e da salvação.

Não pode ser assim, é preciso reagir!!!

É preciso que os católicos do mundo inteiro voltem a valorizar e respeitar o tempo da quaresma, pois o nosso futuro espiritual depende – e muito – disso. É fundamental revisar a vida e verificar se a forma como estamos vivendo nos leva para o Céu ou para o oposto. É preciso refletir, pensar, orar e realizar todas as práticas devotas recomendadas para o período (Jejum, oração, esmola, penitência...).

Quaresma é tempo de conversão (todos precisamos, ninguém pode presumir-se totalmente convertido). Tempo de jejum (submeter o corpo ao império do espírito, sujeitar à carne à regência da mente). Tempo de esmola (praticar a misericórdia sincera a todos). Quaresma é tempo de acertar as contas com Deus...

Por isso, nesse período da Quaresma, viva a práticas da virtude e da devoção recomendada pela Igreja, para que você compreenda e busque consolação na DOLOROSA PAIXÃO DE JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR.