quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Frei Faustino Mattiello.

O Grupo Água Viva com pesar comunica o falecimento de seu amigo e conselheiro Frei Faustino Mattiello, ocorrido em 08 de setembro de 2009, nos Hospital Nossa Senhora da Oliveira, em Vacaria, RS. A Cidade e a Paróquina Nossa Senhora de Fátima perderam uma pessoa extraordinária, um grande conselheiro e um padre de grande santidade. Frei Faustino, lembra-te de nós!
Marcos Suzin,
Coordenador do Grupo Água Viva.
------------------
Abaixo, notícia veiculada no jornal Zero Hora, em 11 de setembro de 2009.
"Após alguns dias de hospitalização, o frei Faustino Mattiello morreu no final da tarde de terça-feira, aos 82 anos, em Vacaria. O corpo foi sepultado no jazigo dos Capuchinhos, no Cemitério Santa Clara.
Frei Faustino, cujo nome de batismo era Adolfo Mattiello, nasceu na Linha 15, em Nova Araçá, à época distrito de Nova Prata, filho de Ernesto Mattiello e Thereza Bordignon. Ingressou no Seminário São José, de Veranópolis, em 1939. Fez o noviciado em Flores da Cunha, professando os votos religiosos em janeiro de 1946. O frei fez seus estudos filosóficos no Convento São Boaventura, de Marau, licenciou-se pela Faculdade de Filosofia de Ijuí e também estudou nos conventos capuchinhos de Garibaldi e Porto Alegre. Pelas mãos de dom frei Cândido Maria Bampi, foi ordenado sacerdote em 23 de dezembro de 1951, na Igreja Matriz São Pedro, de Garibaldi.Atuou como vigário em Pelotas, foi professor e diretor do Seminário São José de Veranópolis e vigário da Ordem Franciscana Secular.Desde 1976, era membro da Fraternidade Nossa Senhora de Fátima (Casa dos Missionários), em Vacaria, desempenhando as funções de vigário paroquial, orientador espiritual e confessor. Nos últimos 12 anos, dedicou-se à pastoral do aconselhamento."
----------------------
Ao fazer o balança dos seus 50 anos de sacerdócio, assim se pronunciou o memorável Frei Faustino:
"Não fiz nada vistosamente grande. Passei a maior parte dos anos na cabeceira dos doentes e ausculando as amarguras e aliviando o sofrimento dos aflitos ou, silenciosamente, orientando e animando os candidatos ao sacerdócio. Sempre anunciando, com atitudes, a boa nova da compaixão e da misericórdia."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este BLOG foi útil para você? Deixe seu testemunho! Sua opinião é muito importante para nós.